O laptop ecológico de baixo custo, é de madeira e funciona a energia solar!

Empresários peruanos criaram um laptop de madeira reciclada e que funciona com um carregador solar.

O nome do dispositivo é WAWA Laptop e foi desenvolvido com o intuito de conectar mais pessoas ao que acontece no mundo.

Segundo informações do site Engenharia E, o laptop ecológico de baixo custo é vendido por 799 soles peruanos, o equivalente a R$ 998,00. As peças podem ser substituídas por outras mais modernas e sua durabilidade é de até 15 anos.

A ideia surgiu da necessidade de fazer com que a tecnologia alcance lugares mais remotos. Segundo a CEO da WAWA Laptop, Alejandra Carrasco, nas viagens que sua família fazia às áreas rurais, ela observava que muitas crianças não tinham acesso a tecnologia. Por este motivo, Alejandra uniu forças com outros profissionais para tentarem mudar esse paradigma.

Criaram o primeiro protótipo com placas (SBC Single Board Computer) e depois, em 2015, lançaram o primeiro desktop de baixo custo. Levaram-no para algumas regiões dos Andes e da Amazônia, mas não foi suficiente. Criaram então um laptop de 10,1 polegadas, feito de MDF composto de madeira e peças removíveis.

O sistema operacional utilizado é o Linux, que é totalmente gratuito e as opções de carregamento são energia solar e energia comum. Esse projeto garantiu o prêmio Start Up Peru e também o apoio da PUCP, Pontifícia Universidade Católica do Peru.

O nome WAWA é dedicado às crianças que na linguagem quíchua significa “criança”. Segundo os criadores da marca, a ideia é que o laptop ajude estudantes que estão na terceira ou quarta série a se desenvolverem melhor nos estudos. Versões mais atualizadas do dispositivo serão desenvolvidas para acompanhar os estudantes até a universidade.

https://youtu.be/VYIqgo4O9xI

O mais importante é que essas atualizações terão baixo custo e ajudarão a evitar o desperdício de equipamentos tecnológicos no mundo, bem como a retirada de minérios escassa no planeta.

Fonte: https://www.greenme.com.br/

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *