Chega de plástico descartável: Austrália vai proibir copos, canudos, sacolas, talheres

Talheres descartáveis, canudos, sacolas e agitadores de plástico estão entre os utensílios a serem eliminados da Austrália a partir de 2025.

Segundo informações do The Guardian, ministros do meio ambiente se reuniram e confirmaram a eliminação de oito tipos de utensílios feitos de plástico. Dentre eles estão sacolas, talheres, canudos, agitadores, recipientes de alimentos, embalagens e até microesferas em produtos de beleza.

A Austrália produz 2,5 milhões de toneladas de resíduos plásticos a cada ano, sendo que cerca de 84% vão para aterros sanitários. Anualmente, cerca de 130.000 toneladas de resíduos plásticos vazam para o meio ambiente.

Apesar da notícia, os conservacionistas advertem que os australianos só poderão ver os resultados se forem implementadas medidas rigorosas de fiscalização. Queensland já aprovou algumas leis que entrarão em vigor em setembro.

Os ministros também concordaram em apoiar a implantação de serviços de coleta de alimentos orgânicos, bem como a coleta de resíduos municipais nos novos padrões. Os governos foram instados a implementar proibições obrigatórias para garantir que o progresso continue.

O comunicado cita ainda a importância dessas mudanças para que a Austrália tenha condições de participar da conferência sobre mudança climática, Cop26 em Glasglow. Porém, não mencionou nenhuma estratégia para redução de emissões.

Defensores e ambientalistas criticam a falta de ação e muitas promessas, pois para eles ainda existe uma lacuna entre o que está sendo pregado e o que de fato será executado. A Lei de Proteção Ambiental e Conservação da Biodiversidade, recebeu 38 recomendações de ajustes, incluindo a introdução imediata de padrões nacionais juridicamente vinculativos.

O governo australiano redigiu sua própria revisão dos padrões provisórios, mas os conservacionistas ainda não estão totalmente satisfeitos.

A impressão que dá é que proíbem aqui, proíbem ali mas a gente continua vendo canudo e sacola por todo lado. É preciso maior consciência da população e mais rigor na execução dos planos por parte das autoridades.

Fonte: https://www.greenme.com.br/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *