Como lavar roupa sem agredir o meio ambiente?

Qual método usar para lavar roupa sem agredir o meio ambiente?

Lavar a roupa pode ser um processo agressivo com o meio ambiente. Além do uso de água e de detergentes que podem ser nocivos à natureza, o uso de máquinas de lavar também já foi apontado como um dos maiores problemas de liberação de microplásticos. Portanto, nos resta a pergunta, como lavar roupa sem agredir o meio ambiente?

Embora existam alguns métodos que diminuam o impacto negativo da lavagem de roupas, grande parte do problema vai além do uso da máquina de lavar. A indústria da moda, por exemplo, continua usando fibras de plástico na confecção de roupas, o que facilita a poluição por microplásticos.

Estima-se que 60% de todas as roupas fabricadas no mundo usem o petróleo como matéria-prima. O material dá origem a tecidos como o poliéster e o nylon, que liberam microplásticos quando lavados. Essas partículas são muito pequenas para serem retidas na filtragem do esgoto e acabam atingindo os oceanos, contaminando peixes e outros animais.

Alguns métodos alternativos para a retenção dessas micropartículas de plástico já são desenvolvidas. Porém, enquanto a tecnologia não chega no Brasil, precisamos pensar em outras técnicas para reduzir o impacto negativo da lavagem de roupas. Então, como lavar roupa sem agredir o meio ambiente?

Opte por tecidos biodegradáveis

Como já mencionado, o poliéster e o nylon são fibras que se desgastam com facilidade e contribuem para a poluição química do meio ambiente, capazes de liberar uma grande quantidade de microplásticos. Portanto, o uso de tecidos biodegradáveis, como o algodão e o linho podem ser alternativas eco-friendly no uso de roupas.

Repita roupas

Lavar a roupa é um processo comum, portanto, pode ser visto como algo rotineiro. Porém, é possível avaliar se é realmente necessário lavar nossas roupas imediatamente após o uso. Peças mais resistentes como jeans, outras calças e casacos não necessitam ser lavadas após um único uso, o que pode ajudar a reduzir o consumo de água.

Use a máquina menos vezes 

Ao invés de dividir a lavagem várias vezes por semana, prefira encher a máquina uma vez por semana. As máquinas de lavar são capazes de suportar cargas pesadas de roupas. O tempo reduzido ajuda a economizar eletricidade.

Faça seu próprio sabão

Os sabões industriais usados na lavagem de roupas podem impulsionar a poluição química, contribuindo para a liberação de substâncias tóxicas no meio ambiente. Aprender a fazer seu próprio produto de limpeza, além de evitar a poluição química pode evitar o consumo excessivo de plástico e outros resíduos sólidos vindos das embalagens.

Para aprender a fazer seu próprio sabão líquido, confira nossa matéria aqui: “Aprenda como fazer sabão líquido para lavar roupa

Use água fria

Cerca de 90% da energia gasta durante a lavagem de roupas é derivada do aquecimento da água. Nem todas as roupas precisam ser lavadas em água morna ou quente, portanto, prefira manter a temperatura ambiente.

Não use secadoras

Cientistas de Hong Kong indicam que as secadoras de roupas são as maiores fontes de poluição de microfibras de plástico na atmosfera. Foi relatado que apenas uma secadora é responsável pela liberação de 120 metros de microfibras no ar a cada ano. Na maioria das casas, a secadora de roupas é um dos aparelhos que mais consome energia, ao lado de geladeiras e máquinas de lavar. Uma máquina média consome 4 kWh de energia e produz cerca de 1,8 kg de CO2.

Fonte: www.ecycle.com.br