Lavadora de roupas é primeiro eletrodoméstico feito com plástico pós-consumo

Colormaq, fabricante de eletrodomésticos e cozinhas de aço, apresentou, recentemente, a lavadora semiautomática EcoMax, com capacidade para 6 quilos de roupas.

Produzida a partir de plásticos pós-consumo, o lançamento une inovação e sustentabilidade, pois seu grande diferencial é utilizar artigos plásticos que foram adequadamente descartados e encaminhados para a reciclagem, tornando a economia circular uma realidade.

“A parceria entre Colormaq e Braskem reforça o empenho em entregar produtos de qualidade para o consumidor, reduzindo os possíveis impactos ambientais. No primeiro ano, a Colormaq estima deixar de emitir cerca de 200 toneladas de gás carbônico com esse produto”, comenta Luiz A. Wan-Dall Jr, CEO da Colormaq.

Para o Renato Yoshino, diretor dos negócios de Agro, Infraestrutura e Indústria da Braskem, a atuação conjunta entre Braskem e Colormaq está alinhada com a economia circular e contribui de forma relevante para o reaproveitamento de resíduos plásticos que antes seriam descartados.

Resina pós-consumo

“O eletrodoméstico é produzido a partir da resina pós-consumo (PCR) da nossa linha I’m green™ recycled, cuja matéria-prima é o plástico reciclado – que foi descartado adequadamente e passou por todo o processo de reciclagem tornando-se resina novamente. Um futuro sustentável somente é possível com a união entre todos os elos da cadeia produtiva”, explica o executivo.

De acordo com a fabricante, a nova Lavadora Semi Automática EcoMax de 6kg contribui para reduzir o impacto no planeta, pois, ao final do seu ciclo de vida, o produto pode ser reciclado e voltar ao início da cadeia, reforçando ainda mais a economia circular.

Fonte: www.noticiasustentavel.com.br