PBTL: o novo tipo de plástico que pode ser reciclado infinitamente

O PBTL é um novo tipo de plástico desenvolvido para reduzir a quantidade de lixo que vai parar no meio ambiente.

Ele é composto por um material que, mesmo depois de reciclado, consegue ter a mesma estrutura de antes.

Sabemos que os plásticos que utilizamos não são totalmente recicláveis. Mais de 300 milhões de toneladas de plástico são produzidas globalmente a cada ano e apenas uma parte é reciclada. O restante vai parar em aterros ou até mesmo no meio ambiente.

Isso ocorre devido à dificuldade em quebrar a estrutura do plástico, fazendo com que o processo de reciclagem enfraqueça o material. É por esse motivo que, quando reciclado, o plástico comum acaba virando bancos e lixeiras, ou seja, produtos de baixo valor.

Para resolver esse problema, pesquisadores da Universidade de Colorado desenvolveram um tipo de plástico que é capaz de manter suas qualidades originais quando reciclado. Trata-se do PBTL, um novo tipo de plástico feito pela união de blocos de construção químicos (tiolactonas bicíclicas).

Os cientistas afirmam que o PBTL tem muita resistência e estabilidade, podendo ser utilizado e reutilizado na produção de embalagens plásticas, equipamentos esportivos, peças automotivas, materiais de construção e outros.

Com o auxílio de um catalisador químico, o processo de reciclagem do PBTL ocorre através do seu aquecimento, a 100ºC , por um período de 24 horas.

Como nem tudo é perfeito, a única desvantagem desse material é que ele só pode ser reciclado se estiver sozinho. Ou seja, para conseguir reciclar o PBTL é necessário separá-lo dos outros tipos de plástico.

De qualquer forma, essa nova descoberta parece ser uma excelente alternativa para reduzir a poluição por plásticos, uma vez que a humanidade já não consegue mais viver sem, nem com, eles.

Fonte: https://www.greenme.com.br/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *